Beneficiários da Bolsa Família recebem pagamentos da Caixa com NIS de final 3

0
23
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, participa da Cerimônia de lançamento do Novo Bolsa Família, E/D. Presidente Lula, primeira-dama, Rosângela Lula da Silva, ( Janja), ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate a Fome, Wellington Dias. (Foto: Agência Brasil)

Esta sexta-feira (19), os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 3 receberão a parcela de abril do Bolsa Família da Caixa Econômica Federal.

Embora o benefício mínimo seja de R$ 600, o benefício médio sobe para R$ 680,90 com o novo adicional. Este mês, o programa de transferência de renda do governo federal alcançará 20,89 milhões de famílias com um gasto de R$ 14,19 bilhões, segundo o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social.

Há três pagamentos adicionais além do benefício mínimo. O Benefício Variável Familiar Nutriz paga seis parcelas de R$ 50 às mães que cuidam de seus bebês até seis meses para garantir sua alimentação. Além disso, o Bolsa Família paga um acréscimo de R$ 50.

O pagamento ocorre nos últimos dez dias úteis de cada mês no modelo padrão do Bolsa Família. O aplicativo Caixa Tem, que é usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco, é onde o beneficiário pode ver o valor do benefício, as datas de pagamento e a composição das parcelas.

O desconto do Seguro Defeso não será mais oferecido aos beneficiários do Bolsa Família a partir deste ano. A Lei 14.601/2023, que recuperou o Programa Bolsa Família (PBF), introduziu a mudança. Aqueles que dependem da pesca artesanal para sobreviver e não podem fazê-lo durante o período da piracema podem receber um seguro defeso.

Registros
Desde julho, a integração dos dados do Bolsa Família com o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) foi implementada. Ao longo deste mês, aproximadamente 130 mil famílias foram excluídas do programa de Bolsa Família devido à sua renda superando os limites estabelecidos pelo programa. Mais de 80 bilhões de registros administrativos estão disponíveis no CNIS, incluindo informações sobre renda, emprego formal e benefícios previdenciários e assistenciais pagos pelo INSS.

Em compensação, neste mês, mais 120 mil famílias foram incluídas no programa. A política de busca ativa, que se baseia na reorganização do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e se concentra nas pessoas mais vulneráveis que têm direito ao complemento de renda, mas não recebem o benefício.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here